Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019

20/9/2016 - Campinas - SP

Vestibular Unicamp 2017 registra aumento de inscritos oriundos de escolas públicas




da assessoria de imprensa

Dos 73 mil inscritos para o Vestibular Unicamp 2017, 22 mil são egressos de escolas públicas

Como é o Vestibular

Relação candidatos/vaga

Inscritos por cidade

Situação da Inscrição

A Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) registrou 30,2% de inscritos oriundos de escolas da rede pública de ensino no Vestibular Unicamp 2017. O número é dois pontos percentuais maior do que aquele registrado no ano passado (28,2%) e representa 22.165 estudantes de escolas públicas inscritos, contra 21.939 do ano anterior. Este ano, o número total de inscritos ficou em 73.487. No ano anterior o Vestibular Unicamp teve 77.768 candidatos. No Vestibular Unicamp 2017, os candidatos disputarão 3.330 vagas distribuídas em 70 cursos de graduação da Unicamp. A relação de candidatos por vaga (c/v) geral é de 22,7. A tabela completa da concorrência por curso está nesta página, assim como o total de inscritos por cidade de prova. Os locais de prova da primeira fase serão divulgados pela Comvest no dia 27 de outubro, também em sua página na internet. A primeira fase será realizada no dia 20 de novembro e asegunda fase acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2017. Antes da primeira fase, haverá provas de Habilidades Específicas para candidatos aos cursos de Música (Etapa II), no período de 9 e 10 de outubro. Para os demais cursos (Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais e Dança), as provas de Habilidades Específicas ocorrerão no período de 23 a 26 de janeiro de 2017.

Concorrência

As dez carreiras mais concorridas no Vestibular Unicamp 2017 são: Medicina, com 221 candidatos por vaga; Arquitetura e Urbanismo (96,3 c/v); Comunicação Social - Midialogia (47 c/v); Ciências Biológicas – Integral (43 c/v); Engenharia Civil (34,6 c/v ); Engenharia Química – Integral (33,3 c/v); História (30,2 c/v); Engenharia de Produção (28,3 c/v); Ciências Econômicas (27,7) e Odontologia (27,5 c/v).

Inclusão social

A Comvest registrou aumento do número de candidatos oriundos de escolas da rede pública inscritos para o Vestibular Unicamp 2017. O índice subiu de 28,2% no vestibular anterior para 30,2% este ano. Entre os candidatosautodeclarados pretos, pardos ou indígenas (de acordo com a nomenclatura utilizada pelo IBGE), também houve crescimento e o percentual passou de 19,4% no ano anterior para 20,3% do total de inscritos este ano. O percentual dos pretos, pardos e indígenas entre os candidatos que optaram pelo PAAIS (Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Social) praticamente se manteve: ficou em 36,3% esse ano, contra 36,9% no ano passado.


Mudanças

No Estado de São Paulo, a Unicamp vai aplicar as provas de seu vestibular em quatro novas cidadesBotucatu, Bragança Paulista, Marília e Registro. Assim, a partir deste ano serão 29 cidades no Estado: Araçatuba, Avaré, Bauru, Botucatu, Bragança Paulista, Campinas, Franca, Guaratinguetá, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Marília, Mogi das Cruzes, Mogi Guaçu, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Bernardo do Campo, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Sorocaba e Sumaré.  Fora do Estado de São Paulo, a Unicamp aplicará as provas de seu vestibular em Brasília.

Pela primeira vez, os candidatos aos cursos de Música, fizeram a primeira etapa das Provas de Habilidades Específicas de maneira não presencial, por meio do envio de vídeos.

Outra mudança para o Vestibular desse ano diz respeito à prova da primeira fase. Invés de quatro questões interdisciplinares, como no ano passado, a Comvest adotará 12 questões interdisciplinares na prova da primeira fase, que tem um total de 90 questões de múltipla escolha.

O Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Social da Unicamp (PAAIS) ampliou sua abrangência. A partir deste ano, além dos candidatos que cursaram o ensino médio integralmente em escolas da rede pública de ensino no Brasil, aqueles candidatos que concluíram o ensino médio pelo ENEM também poderão beneficiar-se da pontuação do PAAIS, de acordo com as regras estabelecidas no Edital do Vestibular Unicamp 2017. O PAAIS prevê a adição de 60 pontos à nota da primeira fase do Vestibular e mais 20 pontos para candidatos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas e que também tenham cursado escola pública. Além da bonificação na primeira fase, os candidatos que passarem para a segunda fase têm mais 90 pontos na prova de redação e outros 90 nas demais provas da segunda fase. Candidatos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas têm mais 30 pontos na segunda fase, além dos 90, totalizando 120 pontos.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Campinas Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.