Segunda-Feira, 29 de Novembro de 2021

Mais lidas da semana

4/5/2017 - Campinas - SP

Vacinação contra gripe em Campinas está abaixo do esperado




da assessoria de imprensa 

Meta é alcançar pelo menos 90% das 316 mil pessoas que fazem parte do público-alvo; dose protege contra H1N1, H3N2 e gripe B.

A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas (SP), Andrea Von Zuben, afirmou que a procura pela vacina da gripe está abaixo do esperado no município. A campanha começou na segunda quinzena de abril e imunizou nas duas primeiras etapas 52,3 mil moradores, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde.

No entanto, a meta é alcançar pelo menos 90% das 316 mil pessoas que fazem parte do público-alvo, que inclui gestantes, idosos, crianças, índios, profissionais da saúde, doentes crônicos, além de professores. A dose protege contra as gripes A (H1N1 e H3N2) e B.

 

"Já é a terceira semana. Até agora 52.350, 21,3% (nas duas primeiras etapas) do público-alvo. A gente esperava que a adesão fosse maior. Precisamos chegar na meta", explica.

 

Motivo

Uma das razões para a baixa procura, segundo a diretora, é que esse ano os casos estão mais brandos em comparação com o ano passado, quando foram registradas mortes em decorrência da doença. Mas, Andrea ressalta que, mesmo assim, a vacinação é fundamental.

"Ano passado foi um pânico e esse ano está mais brando. Mas, quanto mais cedo a pessoa procurar a vacina, mais cedo ela vai estar imunizada. Se ela deixar mais para frente, maior o risco de chegar no inverno sem a imunização", destaca.

 

'Dia D'

Segundo a diretora, para tentar ampliar a vacinação do grupo prioritário será feito o "Dia D" no sábado (13).

 

"Todas as unidades de saúde e postos volantes vão ficar abertos das 8h às 17h no dia 13", ressalta Andrea.

 

 

Etapas

Nas duas primeiras etapas, foram imunizadas pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da área de saúde dos serviços públicos e privados, gestantes, crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, além de puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias) - e a população indígena.

terceira fase começou na terça-feira (2) e pretende imunizar doentes crônicos contra a gripe. Já última terá início em 8 de maio e o público-alvo é formado por professores das redes pública e privada.

Ainda não foram confirmadas as datas para imunização da população carcerária e jovens de 12 a 21 anos, que atualmente cumprem medidas socioeducativas determinadas pela Justiça.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a campanha segue até 26 de maio. Para receber a dose, todo morador deve apresentar carteira de vacinação ou carteira de identidade ao centro de saúde.

Influenza

Segundo a Secretaria de Saúde, a gripe é uma infecção causada por vírus que afeta o sistema respiratório. O contágio ocorre de forma direta através das secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar; ou de forma indireta, por meio das mãos que, após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto para boca, olhos e nariz e, com isso, provocar a transmissão.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Campinas Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.