Terça-Feira, 24 de Setembro de 2019

12/6/2019 - Campinas - SP

Parlamento Jovem promove primeira parte da reunião ordinária




da assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores de Campinas

O Parlamento Jovem da Câmara de Campinas realizou nesta manhã, antes da 3ª reunião ordinária, uma primeira parte (nome dado ao espaço aberto antes da sessão para exposição de um tema) na qual foi apresentado o programa Jovens Embaixadores, que conta com apoio da Câmara Municipal de Campinas.

Promovido pelo governo estadunidense com diversos apoiadores institucionais, o programa oferece um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos para 50 estudantes brasileiros de destaque na rede pública de ensino. “Para o estudante não há nenhum tipo de custo, todas as despesas são pagas. As inscrições serão abertas neste mês, por meio da página oficial do Jovens Embaixadores no Facebook, e se encerram em 12 de agosto”, conta Henrique Barros Oliveira, coordenador do Centro Cultural Brasil-Estados Unidos, apoiador local do programa de intercâmbio.

Ele explica que há uma série de requisitos exigidos: ter entre 15 e 18 anos; ser brasileiro e estudar em colégio público;  ter boa fluência em inglês; ter boas notas; não ter viajado antes para os Estados Unidos e ter pouca experiência no Exterior; pertencer a camadas socioeconomicas menos favorecidas; ter perfil de liderança, iniciativa e ser comunicativo; possuir boa relação em casa, na escola e na comunidade. Além disso, outra importante exigência é o engajamento com trabalho social/voluntariado por um ano, contínuo ou não.

Por tudo isso, boa parte dos participantes do Parlamento Jovem – os que estudam em escolas públicas – tem grande potencial para vir a integrar o programa, pois reúne as características demandadas e, como ainda têm entre 13 e 14 anos, podem se engajar agora em trabalhos voluntários caso ainda não os façam. “Atendendo os requisitos,os candidatos passam por processo seletivo e são selecionados. É preciso destacar que é um programa exclusivo do governo americano para o Brasil, uma experiência única, na qual os jovens  conhecem os Estados Unidos e jovens de várias outras culturas do Brasil que também integram o programa”, pontua Oliveira.

Rafaela Obrownick Lopes, que foi uma Jovem Embaixadora em janeiro deste ano, fala um pouco sobre como a experiência que teve impactou a vida dela. “Ficamos uma semana em Washington aprendendo sobre a educação  e a cultura estadunidenses, sobre a importância do voluntariado. Participamos de várias iniciativas,  ficamos duas semanas com uma família hospedeira adotiva norteamericana, visitamos vários colégios públicos americanos, inclusive um colégio voltado para  uma comunidade indígena,conhecemos até princesas lá. É uma experiência que mudou não só que eu conhecia sobre mim mesma como para o que eu conhecia do Brasil e outro país”, diz.

Ela completa: “Foi essencial para mim, consegui impactar várias outras pessoas com a mensagem sobre o protagonismo do jovem nos dias de hoje, sobre como mudar o mundo para melhor com cada pequena coisa que você faz. Meu sonho é que todos os jovens consigam conhecer o programa Jovens Embaixadores e possam participar de uma experiência como essa.”

O endereço do facebook dos Jovens Embaixadores é https://www.facebook.com/JovensEmbaixadores/ .

Secretaria Municipal de Educação

A Secretária de Educação, Solange Pelicer, se reuniu com alunos eleitos para o Parlamento Jovem na tarde desta segunda-feira (10), em seu gabinete. Durante o encontro, Pelicer trocou experiências com os estudantes, ouviu seus projetos de lei e sugestões e realizou um “passeio” pela secretaria, explicando a função de cada setor.

Os alunos convidados foram Kemilly Rodrigues, da EMEF Maria Pavanatti Fávaro, no Jardim Cristóvão, eleita presidente do Parlamento Jovem e Caio Marques, da EMEF Carmelina de Castro Rico, Jardim Cristina, eleito 2º vice, juntamente de seu suplente, Guilherme dos Santos. Também estavam presentes no encontro professores e gestores dos colégios dos parlamentares.

A secretária aconselhou os três jovens, que se interessam pela carreira política, “na política é preciso ter honestidade, e dá para ser honesto”, disse. Os jovens tiraram dúvidas sobre seus projetos. Kemilly, por exemplo, propõe levar opções vegetarianas e veganas aos cardápios municipais, e teve a chance de conversar com funcionários da Coordenação de Nutrição (Conutri) sobre as questões logísticas e a viabilidade da ação.

Texto e foto: Central de Comunicação Institucional da CMC e Secretaria de Comunicação da Prefeitura



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Campinas Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.