Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021

Mais lidas da semana

20/4/2017 - Campinas - SP

Comissão levanta políticas públicas para animais em Campinas




da assessoria de imprensa Câmara de Campinas

Com foco nos casos de acúmulo de animais, a Comissão de Proteção e Defesa dos Animais da Câmara de Campinas levantou, nessa quarta-feira, 19, as necessidades de políticas públicas a serem implementadas para atender aos animais da cidade e os serviços já oferecidos pela prefeitura.
 
Com a presidência do vereador Permínio Monteiro, a reunião contou com a presença do secretário municipal do Verde e Meio Ambiente, Rogério Menezes, do diretor do departamento de Proteção e Bem Estar Animal da Prefeitura, Paulo Anselmo, do veterinário Sérgio Murilo e do presidente da associação Amigos dos Animais de Campinas, Flávio Lamas.
 
O que Campinas já tem
 
Segundo o secretário Rogério Menezes, a secretaria oferece aos campineiros o Portal Animal, onde há informações sobre doações e ajuda para encontrar animais perdidos e cadastramento dos pets da cidade. “A castração também é uma política pública oferecida pela nossa secretaria. Até agora, mais de 9 mil animais já foram castrados nos bairros Vila Boa Vista, Jardim Nova Europa, Vila Brandina, Campo Grande, Jardim São José e outros. Ainda temos um contrato para realizar mais 6 mil castrações nesse ano”, afirmou Menezes.
 
Em breve, a secretaria prevê aprovar o Estatuto dos Animais, projeto de lei que será enviado para a Câmara pelo Executivo. Com o estatuto aprovado, situações como ressocialização de animais agressivos, atendimento a acumuladores de animais e encaminhamento de animais acumulados a novos lares poderão ser resolvidas de maneira mais eficiente.
 
Paulo Anselmo enfatizou que acumular animais é um problema intersetorial, que envolve saúde e assistência social, além da proteção dos animais. “Os acumuladores são pessoas com distúrbio de comportamento. A multa nem sempre é a melhor solução, pois a maioria dos afetados é reincidente. É necessário acompanhamento e tratamento da pessoa”, explicou.
 
O que ainda falta
 
Lamas e Murilo levantaram pontos que consideram importantes a serem implementados para atender animais em Campinas. “Quando tínhamos uma delegacia de proteção animal, era mais fácil denunciar e resolver esses casos. Precisamos dela de volta”, pediu Lamas. Ele chamou a atenção também para a necessidade de um centro de recuperação de animais selvagens, tendo em vista o aparecimento de onças em área urbana, como noticiado recentemente pela mídia regional.
 
Murilo apontou que faltam informações não só para a população, mas também para os veterinários, que recebem muitos questionamentos da população sobre como agir. “Precisamos explicar exatamente o que é mau trato e o que é um acumulador, para poder fiscalizar. Tem gente que tem mais de 50 cães, mas tem espaço para isso e cuida bem, então não podemos confundir”, ressaltou.
 
Participaram também da reunião os vereadores Tico Costa, Paulo Haddad, Cláudio da Farmácia, Luiz Rossini e Vinícius Gratti.
 
Texto: Gabinete do vereador Permínio Monteiro (PV)
Foto: Assessoria de imprensa da Câmara Municipal de Campinas

 

 


Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Campinas Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2021, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.