Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019

20/9/2016 - Campinas - SP

Capacitação do Programa Mais Médicos aborda Diabetes Mellitus




da assessoria de imprensa

Na última quinta-feira (15), a Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp foi sede de mais um Encontro Locorregional do Programa Mais Médicos da Região de Campinas, com a participação de cerca de 40 profissionais de saúde. O evento teve como tema “Atualizações em abordagem ao tratamento de Diabetes Mellitus na Atenção Básica: das recomendações e evidências científicas ao desafio da prática”.

A discussão foi conduzida pelos médicos endocrinologistas Mário José Abdalla Saad e Maria Cândida Ribeiro Parisi, respectivamente, docente e médica-assistente do Departamento de Clínica Médica da FCM. E teve como foco, oferecer dicas sobre como ajustar o tratamento da diabetes à rotina do paciente.

De acordo a coordenadora da Comissão de pós-graduação da FCM, Rosana Teresa Onocko-Campos, o evento realizado na FCM integra uma série de capacitações regulares do “Mais Médicos”. Os temas dos encontros são construídos pelos supervisores do Programa, a partir de das dificuldades enfrentadas pelos profissionais de saúde no dia a dia das Unidades Básicas de Saúde.

Falta de condições financeiras, descaso familiar e dificuldades de acesso à medicação são fatores que podem impactar o tratamento da diabetes, mas não são os únicos. “Muitas vezes, os pacientes deixam de tomar a medicação por medo de engordar, ou de aumentar o risco cardiovascular”, disse Mario Saad.

 “Às vezes, nos perguntamos o quanto conseguimos olhar para a realidade social dos pacientes. Nem sempre é possível às equipes de saúde, e até mesmo ao próprio paciente, olhar para todas as questões que interferem no tratamento das diversas doenças. Essa é a discussão que fazemos, de entender essas questões e propor alternativas”, acrescentou Rosana.

“A realidade da rede de saúde não permite acompanhar o meu paciente com a regularidade necessária, como posso melhorar isso?”, perguntou um dos participantes. Esses e outros questionamentos estiveram no centro das discussões do encontro e, para cada dúvida, foram apresentadas opções de terapêutica que considerassem diferentes cenários.

“É por isso que o nosso trabalho é feito em equipe. Se a realidade não permite ao paciente agendar consultas mais frequentes com o médico, o acompanhamento do tratamento poderá ser feito por uma enfermeira, por exemplo”, disse Rosana, em relação a uma das dúvidas apresentadas na discussão.

Saiba mais
Desde maio de 2015, a FCM Unicamp – ao lado da PUC-Campinas – é instituição supervisora do Programa Mais Médicos para o Brasil (PMMB). A instituição é responsável pela tutoria e supervisão acadêmica dos médicos, brasileiros e estrangeiros, que atuam no projeto em diversas regiões do estado. Leia mais: http://www.fcm.unicamp.br/fcm/noticias/2015/unicamp-assume-tutoria-do-programa-mais-medicos-no-estado-de-sao-paulo



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Campinas Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.