Segunda-Feira, 18 de Junho de 2018

13/3/2018 - Campinas - SP

Câmara aprova aumentos de capital da Ciatec e da IMA




da assessoria de imprensa da Câmara de Vereadores de Campinas

A Câmara Municipal de Campinas aprovou em análise final, na noite desta segunda (12), dois projetos da prefeitura que autorizam o Executivo a utilizar recursos orçamentários  para aumentar – respectivamente – os capitais da Companhia de Desenvolvimento do Polo de Alta Tecnologia de Campinas (Ciatec) e da Informática de Municípios Associados (IMA).

O primeiro PL possibilita que a prefeitura utilize cerca de 4 milhões de reais para injetar na CIATEC, com o objetivo de viabilizar o aprimoramento da gestão dos pólos e também fortalecer as ações voltadas a promoção de empreendedorismo e inovação. Votaram contrário ao PL os parlamentares Carlão do PT, Cidão Santos (PROS), Marcelo Silva (PSD), Mariana Conti (PSOL), Nelson Hossri (Podemos) e Tenente Santini (PSD).

 Já o segundo projeto autoriza o aumento de capital da IMA meio de bens intangíveis, como, por exemplo, softwares. Esses bens somam um montante de mais de 23 milhões de reais. A justificativa do projeto enfatiza que não haverá impacto orçamentário financeiro para a cidade já que não terá criação ou expansão de atividade que gere aumento de despesas. Apenas a parlamentar do PSOL foi contrária à aprovação. 

Confira a íntegra da votação desta 10ª reunião ordinária de 2018:

 

1) APROVADO. 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 38/18, Processo nº 226.229, de autoria do Prefeito Municipal, que autoriza o Poder Executivo a utilizar recursos orçamentários para aumento de capital da Ciatec – Companhia de Desenvolvimento do Polo de Alta Tecnologia de Campinas. Parecer da Comissão de Constituição e Legalidade, favorável. O projeto autoriza Executivo a utilizar cerca de 4 milhões de reais de recursos orçamentários para aumentar o capital financeiro da Companhia de Desenvolvimento do Polo de Alta Tecnologia de Campinas (CIATEC). O aumento vai viabilizar o aprimoramento da gestão dos pólos e também fortalecer as ações voltadas a promoção de empreendedorismo e inovação.   

2) APROVADO. 2ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 39/18, Processo nº 226.230, de autoria do Prefeito Municipal, que autoriza o aumento de capital da Informática de Municípios Associados S/A – IMA, na forma que especifica. Parecer da Comissão de Constituição e Legalidade, favorável. O projeto autoriza o aumento de capital da Informática de Municípios Associados S/A – IMA. Esse aumento se dará por meio de bens intangíveis, como, por exemplo, softwares. Esses bens somam um montante de mais de 23 milhões de reais. A justificativa do projeto enfatiza que não haverá impacto orçamentário financeiro para a cidade já que não terá criação ou expansão de atividade que gere aumento de despesas. 

3) APROVADO. 1ª discussão e votação do Projeto de Lei nº 65/18, Processo nº 226.367, de autoria da Mesa da Câmara, que altera o Anexo III da Lei nº 14.759, de 28 de fevereiro de 2014, que “aprova as tabelas de vencimentos dos cargos efetivos do Quadro Permanente de Pessoal, fixa a remuneração dos cargos em comissão e estabelece as gratificações de função previstas na estrutura administrativa da Câmara Municipal de Campinas”. A modificação adéqua a Coordenadoria de Apoio Administrativo para suprir as necessidades do bom andamento dos trabalhos realizados pelo quadro de servidores efetivos da Câmara. 

4) APROVADO. Turno único de discussão e votação do Projeto de Resolução nº 07/18, Processo nº 226.365, de autoria da Mesa da Câmara, que acresce dispositivo e altera os anexos II, III, IV e V da Resolução nº 886, de 17 de fevereiro de 2014, que “dispõe sobre a organização administrativa da Câmara Municipal de Campinas e dá outras providências”. As alterações adéquam certas atribuições de unidades da Câmara Municipal de Campinas, com o objetivo de obter melhor desempenho dos trabalhados realizados pela Casa. 

5) APROVADO. Turno único de discussão e votação do Projeto de Resolução nº 08/18, Processo nº 226.366, de autoria da Mesa da Câmara, que altera o Anexo I da Resolução nº 885, de 13 de fevereiro de 2014, que “dispõe sobre o Plano de Cargos e Carreiras dos Servidores da Câmara Municipal de Campinas-SP e dá outras providências”. O projeto adéqua o quantitativo de cargos efetivos da Câmara Municipal de Campinas em virtude de que a estrutura criada em 2014, não atende mais às novas demandas.  

6) APROVADO. 1ª discussão e votação do Projeto de Lei n° 47/17, Processo n° 223.283, de autoria do senhor Zé Carlos, que dá nova redação aos arts. 2°, 3° e 4° da Lei n° 14.243, de 18 de abril de 2012, que “dispõe sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos fornecedores de bens e serviços afixarem placa com mensagem referente ao direito consumerista previsto na Lei Estadual 13.747, de 07 de outubro de 2009, e dá outras providências”. A lei que será alterada trata sobre a obrigatoriedade dos estabelecimentos comerciais de afixarem placa com mensagem referente ao direito do consumidor de estipular o horário de entrega das mercadorias e/ou prestação de serviços. A alteração vai adequar a norma ao Código de Defesa do Consumidor, modificado artigos os artigos que preveem as sanções que o estabelecimento estará sujeito se não cumprir a regra.  

7) APROVADO.  discussão e votação do Projeto de Lei n° 29/17, Processo n° 223.124, de autoria do senhor Zé Carlos, que altera a redação dos arts. 4º e 5º da Lei nº 15.325, de 19 de outubro de 2016, que "dispõe sobre o acesso de consumidores com gêneros alimentícios aos estabelecimentos e locais que especifica e dá outras providências". Parecer da Comissão de Constituição e Legalidade, favorável. A lei que será alterada é a que diz que cinemas e teatros não poderão proibir os consumidores de entrar em suas dependências portando comidas e bebidas, quando estes forem adquiridos em outros locais. A alteração vai adequar a norma ao Código de Defesa do Consumidor, estabelecendo as sanções do código para quem não cumprir a lei. 

8) APROVADO. Turno único de discussão e votação do Projeto de Lei nº 232/17, Processo nº 224.935, de autoria do senhor Vinicius Gratti, que denomina Rua Engenheiro Diogenes Laercio Brochado de Almeida uma via pública do município de Campinas. Parecer da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, favorável. A via que será denominado é a Rua 01 do bairro Residencial Galeria Garden, com início na Avenida 01 e término na Avenida 02, no mesmo loteamento. 

9) APROVADO. Turno único de discussão e votação do Projeto de Lei nº 252/17, Processo nº 225.120, de autoria do senhor Vinicius Gratti, que denomina Avenida Antonio Jonas uma via pública do município de Campinas. Parecer da Comissão de Educação, Cultura e Esporte, favorável. A avenida denominada está localizada no loteamento Residencia Galeria Garden, com início e término nas divisas do loteamento com glebas da Fazenda São Quirino.



Comunicar erro nesta notícia

Se você encontrou erro nesta notícia, por favor preencha os campos abaixo. O link da página será enviado automaticamente ao Campinas Fácil.


Enviar esta notícia por email



Dogus Comunicação

Sobre a Dogus Comunicação  |   Política de Privacidade  |   Receba Novidades  |   Acesse pelo Celular

Melhor Visualizado em 1200x900 - © Copyright 2007 - 2018, Dogus Comunicação. Todos os direitos reservados.